Neste site você vai encontrar soluções!

E-mail : contato@agenciafloriano.com.br
  Contato : (11) 9.6445.2039

8 Passos para fazer marketing em micro e pequenas empresas

Por Sebrae*

O marketing é uma das melhores formas de divulgar seu negócio, fazendo com que sua marca seja vista e seus produtos e serviços mais lembrados e valorizados.

Algumas ações usadas no dia a dia podem te ajudar a conhecer melhor o seu cliente e a entender como se comunicar melhor com ele. A consultora do Sebrae, Cássia Godinho, preparou algumas dicas para começar a fazer o marketing do seu negócio no dia a dia:

1) Crie uma marca e cuide dela

O primeiro passo é escolher o nome do negócio, mas os cuidados não devem parar com a criação do logo, ou mesmo após colocar o letreiro na porta do estabelecimento. É preciso “trabalhar” e cuidar para que seja conhecida e lembrada.

“Algumas formas de por isso em prática é colocar o seu logo em mais materiais, não apenas no letreiro do estabelecimento. Pode ser em uma parede, na nota fiscal, na sacolinha, no jogo americano de mesa, na embalagem para presente, no cartão de visita disponível para o cliente, no material de divulgação, no uniforme dos funcionários, e assim por diante”, ilustra Cássia.

2) Conheça seu cliente

A melhor divulgação é feita quando se sabe o perfil e os hábitos do potencial cliente, como idade, região em que mora, com o que trabalha, quanto está disposto a pagar por produtos/serviços como o seu, como toma a decisão de compra, onde ele se informa, quais lugares ele frequenta, entre outros.

“Sabendo tudo isso, é possível selecionar o melhor meio e frequência para atingir seu cliente de forma eficiente”, lembra a consultora.

3) Busque afinidades com o seu público

Pense em como o seu negócio pode divulgar e consolidar a sua visão de mundo. Conquiste clientes que tenham a mesma forma de pensar, e, assim, crie uma ligação emocional com ele.

“Ele pode virar seu fã, e, além de comprar, os fãs defendem seu negócio, acreditam nele, recomendam para os conhecidos, sugerem, participam e são fiéis”, completa.

4) Deixe as desculpas para trás

Se algo não está funcionando como deveria, assuma a responsabilidade e não use desculpas para elas. Se o site está desatualizado, o cardápio tem preços riscados à caneta, ou o cartão de visita está com alguma informação errada, dedique um tempo para resolver estes simples problemas que podem prejudicar sua imagem diante do cliente.

“Não deixe seu cliente perceba os problemas que sua empresa enfrenta no dia a dia, nenhum consumidor está interessado em ouvir o que dá errado com provedor do produto/serviço que ele está pensando em adquirir. Um negócio amador não inspira confiança”, destaca Cássia.

5) Tenha bons relacionamentos

Ter poucos clientes, ou apenas um grande cliente, é algo muito arriscado para micro e pequenas empresas, por isso a prospecção precisa ser feita com regularidade. Marketing e relacionamento ajudam muito nessa hora, portanto relacione-se com seu cliente.

“Telefone, marque reuniões comerciais, realize eventos com clientes atuais e potenciais, ofereça benefícios personalizados para a necessidade de cada um, disponibilize informação relevante, esbanje simpatia”. Para a consultoria, essas medidas, aliadas a um bom atendimento pós-venda, podem diversificar a cartela de clientes e aumentar as chances de sua empresa faturar mais.

6) Aposte nas parcerias

Outra solução interessante é buscar parcerias com outras empresas que atendem o seu público alvo, mas com negócios totalmente distintos. Por exemplo: um nutricionista pode fazer parceria com uma academia de ginástica. Assim, se o cliente faz uma consulta para perder peso, ele poderá ser indicado para fazer exercícios na academia parceira. E os alunos da academia que precisarem de dieta especial, serão indicados para o consultório do nutricionista parceiro. Pense em quais empresas podem ser suas parceiras e elabore uma proposta na qual os três saem ganhando: sua empresa, seu parceiro e o cliente de vocês.

7) Planeje-se

Existe um ditado que diz: quando a cabeça não pensa, o corpo padece. No mundo dos negócios, quem padece é o bolso. Ao contrário das grandes multinacionais, micro empresas não têm uma sobra de dinheiro para poder errar e depois consertar. Por isso fala-se tanto em planejamento e na sua importância. Deve-se fazer um levantamento de todas as implicações quando se resolve tomar uma decisão que envolva custos.

Quer mudar o nome da empresa ou trocar o endereço? Já preveja a quantidade de cartões de visita e material de divulgação que irá precisar até lá, para não imprimir demais e desperdiçar o excesso.

Caso queira divulgar para aumentar a demanda, saiba antes qual é sua capacidade máxima de atendimento. E se ela for insuficiente para seus planos, inicie a ampliação antes de fazer a propaganda. Um dinheiro muito mal gasto é aquele que resulta numa divulgação eficiente que atraiu clientes que não puderam ser atendidos.

8) Se mantenha atualizado

Conhecer ferramentas de marketing e ver como as empresas tem utilizado as ações para vender mais e conquistar mais clientes são grandes fontes de inspiração para usar no seu dia a dia também.

*Publicado Originalmente no Portal Sebrae Nacional

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *