Neste site você vai encontrar soluções!

E-mail : contato@agenciafloriano.com.br
  Contato : (11) 9.6445.2039

All Posts in Category: Artigos

Hora de reinventar o Marketing Político e Eleitoral para 2020

Por Marcello Barbosa*

No dia seguinte após cada eleição já se fazem todas as avaliações possíveis sobre o que determinou derrotas e vitórias. Porém as eleições de 2018 foram mais surpreendentes do que o normal. As variáveis que garantiram vitórias e derrotas são diversas e isso vai nortear a disputa eleitoral em 2020. Este é o primeiro de uma série de artigos que desejo escrever sobre o processo eleitoral 2018 e o próximo em 2020.

As eleições 2018 foram marcadas pela Internet, de uma forma muito ampla, desde as tradicionais redes sociais (Facebook, Instagram e Twitter) até a onda do momento que é o Whatsapp. E não podemos deixar de falar das Fake News. Porém algo muito maior está sendo ignorado: O Discurso assertivo!

As diversas ferramentas foram essenciais, mas aqueles candidatos que tiveram êxito trabalharam seu discurso, suas ideias, suas propostas antes e durante a campanha eleitoral. Uma coisa é fato: Não se dá resultado tendo apenas a rede social ativa na véspera da campanha, quem teve êxito fomentou suas redes sociais durante no mínimo dois anos.

Partindo do principio Discurso X Plataforma Digital assistimos “Comícios Digitais”, Lives com centenas e milhares de pessoas ouvindo seu candidato. Se você quer ganhar a eleição em 2020, saiba que você vai precisar ter conteúdo e cultivar uma rede social bem ampla. Ou seja, foque na Pré-Campanha desde já!

Outra lição que temos que fixar para 2020 é justamente entender que não se transpõe a campanha política offline (na rua) para o digital. O segredo está no equilíbrio de ambas e ter um conteúdo especifico para cada movimento. O que se coloca na rede não é o mesmo que se coloca no panfleto. Também não existem milagres, se o candidato não colaborar e compreender estas duas técnicas (off e on) ele não vai decolar. Um exemplo prático foi o resultado de Henrique Meirelles um candidato “analógico” não se adaptou a era digital e foi ultrapassado por Cabo Daciolo nas redes sociais e em sua votação.

Quando falamos em Internet X Rua devemos lembrar do básico da comunicação de uma campanha: “Posicionamento de Marca”, saber o Foco do candidato, a Imagem que ele vai passar e principalmente suas Propostas. Isso deve ser construído agora! Para isso devemos ter um misto de Haddad e Bolsonaro. Um dos fatores determinantes da Eleição de Bolsonaro foi seu posicionamento claro, mesmo desagradando diversos setores, e sua estratégia de defesa foi o ataque. Da mesma forma que Haddad cresceu ao segmentar seu público, criando um discurso especifico para cada grupo, essa estratégia de Haddad, conseguiu desconstruir Ciro Gomes que apesar de ter um discurso persuasivo, tinha sua limitações de público. Ou seja, em 2020 o candidato vitorioso deve usar a estratégia de ter clareza em suas convicções, segmentar seu público e atacar as fraquezas de seu oponente. Arte da Guerra pura! Sun Tzu foi digitalizado!

2018 nos apresentou outra questão: Não existe transferência automática de votos, da mesma forma que não existe acordo 100% fechado entre partidos políticos. Haddad não conseguiu vencer pois Lula não obteve êxito na transferência de votos. E Alckmin fechou o cerco dos partidos mas não obteve a fidelidade dessa base. Em 2020 não será um ano positivo para candidaturas Governistas da mesma forma que os candidatos a Prefeito terão que articular não apenas com partidos políticos mas com seus integrantes e candidatos a vereador. Para isso, ele vai precisar de uma estratégia de comunicação clara que convença que ele sairá vitorioso no pleito, caso contrário ele será abandonado como aconteceu com Alckmin. Agora reflitam sobre como será a construção das chapas de vereadores (as) e as campanhas de cada um deles. Isso tratarei em breve.

Chegamos a uma conclusão: Todas as estratégias de Marketing Político Eleitoral não podem ser tratadas de formas isoladas, e os profissionais desta área deverão estar integrados com os movimentos estratégicos da campanha. Tudo isso começa no período pré-eleitoral, neste momento! O desafio em 2020 será a disputa dentro de um Sistema antigo, com ferramentas digitais sem limites, com uma Justiça Eleitoral falha e candidatos que compreendam estes fatores para que juntos com sua equipe possa ouvir a voz das ruas, entender a dinâmica do cenário político e por fim construir seu Discurso.

*Marcello Barbosa é Jornalista e Consultor em Marketing Político Eleitoral. Atualmente é Diretor da Agência Floriano Comunicação Integrada, franqueado da Agência Web4 Comunicação em Itaquaquecetuba e Diretor do Portal de Notícias Região em Contexto.

Leia Mais

Planejamento de campanhas de marketing nas redes sociais

Publicado originalmente no Portal SEBRAE

O planejamento estratégico de campanhas de marketing online é importante para utilizar efetivamente os recursos oferecidos por diferentes plataformas digitais. Para isso, comece pensando nos seguintes assuntos:

  • Avaliação dos recursos: analisar qual é o orçamento disponível para ações de marketing nas mídias sociais.
  • Definição de funções: gerenciamento das redes sociais por quem tem familiaridade com a plataforma escolhida.
  • Identificação do público-alvo: conhecer o perfil dos usuários para maior proximidade entre a marca e o consumidor.
  • Definição da linha de comunicação: estabelecer a abordagem que será adotada (formal ou informal) para a produção do conteúdo.
  • Periodicidade das postagens: manter frequência fixa de atualização e respostas aos clientes.
  • Monitoramento: acompanhar o fluxo de acesso nas postagens e promoções para a efetividade da campanha de marketing digital.

Ações promocionais

Seja com brindes, descontos ou concursos, a principal ideia é atrair o consumidor para a campanha, levando até ele o produto ou o serviço que deverá ser vendido.

Confira a seguir algumas dicas para ações promocionais:

  • Oferta: você pode associá-la diretamente ao produto ou relacioná-la a alguma outra ação atraente para o público-alvo.
  • Participação do cliente: ações bem-sucedidas, em geral, fazem com que o consumidor participe e se envolva em algum tipo de evento, como sorteios, concursos ou competições.
  • Rede de relacionamentos: é desejável que a ação envolva a rede de relacionamentos do consumidor.

Plataformas promocionais

  • Facebook: criação de página da marca. Há inúmeras possibilidades de ações nessa rede social. Por exemplo, divulgação de coleções, promoções para quem fizer check-in na loja física da marca ou códigos de descontos para compras online.
  • Instagram: incentivo aos consumidores para tirarem foto com a hashtag (#) da empresa ou a repostagem de conteúdos que despertam desejo de compra.
  • Twitter promo: permite lançar ações promocionais no Twitter, utilizando a capacidade viral da rede.
  • E-mail: com o cadastro e a fidelização dos clientes, é possível informá-los por e-mail de coquetéis para inauguração de uma coleção nova, ofertas exclusivas e queima de estoques.

Fique atento à legislação atual e ao Código de Defesa do Consumidor, preservando os direitos do seu cliente. Por exemplo: para a realização de sorteios ou distribuição de brindes e prêmios por meio das redes sociais, é necessário que o empresário seja previamente autorizado pela Caixa Econômica Federal. Isso pode ser feito por meio de ofício ou carta.

Leia Mais

8 Passos para fazer marketing em micro e pequenas empresas

Por Sebrae*

O marketing é uma das melhores formas de divulgar seu negócio, fazendo com que sua marca seja vista e seus produtos e serviços mais lembrados e valorizados.

Algumas ações usadas no dia a dia podem te ajudar a conhecer melhor o seu cliente e a entender como se comunicar melhor com ele. A consultora do Sebrae, Cássia Godinho, preparou algumas dicas para começar a fazer o marketing do seu negócio no dia a dia:

1) Crie uma marca e cuide dela

O primeiro passo é escolher o nome do negócio, mas os cuidados não devem parar com a criação do logo, ou mesmo após colocar o letreiro na porta do estabelecimento. É preciso “trabalhar” e cuidar para que seja conhecida e lembrada.

“Algumas formas de por isso em prática é colocar o seu logo em mais materiais, não apenas no letreiro do estabelecimento. Pode ser em uma parede, na nota fiscal, na sacolinha, no jogo americano de mesa, na embalagem para presente, no cartão de visita disponível para o cliente, no material de divulgação, no uniforme dos funcionários, e assim por diante”, ilustra Cássia.

2) Conheça seu cliente

A melhor divulgação é feita quando se sabe o perfil e os hábitos do potencial cliente, como idade, região em que mora, com o que trabalha, quanto está disposto a pagar por produtos/serviços como o seu, como toma a decisão de compra, onde ele se informa, quais lugares ele frequenta, entre outros.

“Sabendo tudo isso, é possível selecionar o melhor meio e frequência para atingir seu cliente de forma eficiente”, lembra a consultora.

3) Busque afinidades com o seu público

Pense em como o seu negócio pode divulgar e consolidar a sua visão de mundo. Conquiste clientes que tenham a mesma forma de pensar, e, assim, crie uma ligação emocional com ele.

“Ele pode virar seu fã, e, além de comprar, os fãs defendem seu negócio, acreditam nele, recomendam para os conhecidos, sugerem, participam e são fiéis”, completa.

4) Deixe as desculpas para trás

Se algo não está funcionando como deveria, assuma a responsabilidade e não use desculpas para elas. Se o site está desatualizado, o cardápio tem preços riscados à caneta, ou o cartão de visita está com alguma informação errada, dedique um tempo para resolver estes simples problemas que podem prejudicar sua imagem diante do cliente.

“Não deixe seu cliente perceba os problemas que sua empresa enfrenta no dia a dia, nenhum consumidor está interessado em ouvir o que dá errado com provedor do produto/serviço que ele está pensando em adquirir. Um negócio amador não inspira confiança”, destaca Cássia.

5) Tenha bons relacionamentos

Ter poucos clientes, ou apenas um grande cliente, é algo muito arriscado para micro e pequenas empresas, por isso a prospecção precisa ser feita com regularidade. Marketing e relacionamento ajudam muito nessa hora, portanto relacione-se com seu cliente.

“Telefone, marque reuniões comerciais, realize eventos com clientes atuais e potenciais, ofereça benefícios personalizados para a necessidade de cada um, disponibilize informação relevante, esbanje simpatia”. Para a consultoria, essas medidas, aliadas a um bom atendimento pós-venda, podem diversificar a cartela de clientes e aumentar as chances de sua empresa faturar mais.

6) Aposte nas parcerias

Outra solução interessante é buscar parcerias com outras empresas que atendem o seu público alvo, mas com negócios totalmente distintos. Por exemplo: um nutricionista pode fazer parceria com uma academia de ginástica. Assim, se o cliente faz uma consulta para perder peso, ele poderá ser indicado para fazer exercícios na academia parceira. E os alunos da academia que precisarem de dieta especial, serão indicados para o consultório do nutricionista parceiro. Pense em quais empresas podem ser suas parceiras e elabore uma proposta na qual os três saem ganhando: sua empresa, seu parceiro e o cliente de vocês.

7) Planeje-se

Existe um ditado que diz: quando a cabeça não pensa, o corpo padece. No mundo dos negócios, quem padece é o bolso. Ao contrário das grandes multinacionais, micro empresas não têm uma sobra de dinheiro para poder errar e depois consertar. Por isso fala-se tanto em planejamento e na sua importância. Deve-se fazer um levantamento de todas as implicações quando se resolve tomar uma decisão que envolva custos.

Quer mudar o nome da empresa ou trocar o endereço? Já preveja a quantidade de cartões de visita e material de divulgação que irá precisar até lá, para não imprimir demais e desperdiçar o excesso.

Caso queira divulgar para aumentar a demanda, saiba antes qual é sua capacidade máxima de atendimento. E se ela for insuficiente para seus planos, inicie a ampliação antes de fazer a propaganda. Um dinheiro muito mal gasto é aquele que resulta numa divulgação eficiente que atraiu clientes que não puderam ser atendidos.

8) Se mantenha atualizado

Conhecer ferramentas de marketing e ver como as empresas tem utilizado as ações para vender mais e conquistar mais clientes são grandes fontes de inspiração para usar no seu dia a dia também.

*Publicado Originalmente no Portal Sebrae Nacional

Leia Mais